Blog

10 erros prejudiciais aos resultados do seu site

A ideia desta postagem é ajudar você de forma bastante direta e prática a encontrar os principais problemas que podem estar diminuindo a performance do site da sua empresa. Isso tudo em uma linguagem simples e de fácil entendimento, permitindo que você possa iniciar um plano de ação para resolver estas brechas o quanto antes. Vamos lá?

1- CLAREZA E OBJETIVIDADE

Ao entrar no site, o seu potencial cliente leva quanto tempo para saber o que você vende ou faz? Fica claro o que é o seu produto ou serviço? Páginas com informações sobre a empresa, como: Missão, Visão e Valores podem aproximar sua empresa do cliente.

2- INFORMAÇÕES NA HORA E LUGAR CERTO

Existem várias etapas em que um potencial cliente de sua empresa pode estar em um dado momento. Ele pode estar na primeira pesquisa, descobrindo sobre o seu produto, como pode também estar no momento de compra. O conteúdo do seu site atende bem todas as etapas da jornada de compra?

3- PROFUNDIDADE E TIPO DE CONTEÚDO

Seu cliente provavelmente também tem vários perfis, o mais técnico, o mais analítico, o que só precisa de uma proposta rápida. Como o seu site “conversa” com cada um deles? Uma boa tática para o aprofundamento to conteúdo são os CTA (call to action) com conteúdos interligados com o assunto da página acessada, assim o visitante trilha um caminho maior dentro do site.

4- COMPATIBILIDADE COM DISPOSITIVOS MÓVEIS

Se o acesso estiver sendo feito pelo celular, a experiência está satisfatória? O acesso mobile já é maior do que o desktop em muitos segmentos e só vai aumentar, fique atento neste item!

5- VELOCIDADE

Se navegar pelo seu site não for uma experiência rápida, se seu visitante tiver que aguardar demais o carregamento das páginas, você tem um grande problema. Busque otimizar os conteúdos de forma que melhore a performance do site e, assim, aumente as chances de uma boa experiência do leitor.

6- TEXTOS X IMAGENS

Este é um erro muito básico.Alguns sites apresentam conteúdos textuais dentro de arquivos de imagens JPG, PNG ou até em arquivos PDF anexados às páginas. Além de ser um problema de usabilidade, principalmente em dispositivos móveis, isso dificulta a leitura do conteúdo pelos sites de busca como Google, o que diminui as chances de seu site ser encontrado por seus potenciais clientes.

7- FORMULÁRIOS LONGOS DEMAIS

Ninguém gosta de preencher dezenas de informações para conseguir um simples contato. Quanto mais informações o seu potencial cliente tiver que fornecer, menor será a probabilidade que ele execute esta ação de conversão. Por isso, avalie quais são as informações essenciais naquele momento da jornada de compra.

8- PROVA SOCIAL

Use e abuse de informações como depoimento de clientes, casos de sucesso, lista de clientes/empresas atendidos. Você pode conseguir um depoimento enviando uma pesquisa de satisfação, solicitando por e-mail em uma reunião ou até copiar os elogios que recebe nas mídias sociais.

9- TÍTULOS DAS PÁGINAS

Verifique quais são os títulos das páginas do seu site, eles devem sempre iniciar com o assunto específico de cada página e o ideal é que contenha a palavra chave mais importante para aquele conteúdo.

10- ANALISE AS MÉTRICAS

Tenha certeza que seu site tem pelo menos o Google Analytics instalado, pois lá você poderá saber desde informações básicas como quantidade de visitantes e duração das visitas, como também dados mais específicos como a ordem das páginas que os visitantes percorrem e qual sua origem (buscadores, mídias sociais, acesso direto, link em outros sites, etc).