Blog

Saiba como foi a palestra “Marketing Digital de Resultados”, com Thiago Gabri

E então o RD On The Road Curitiba 2017 chegou ao fim. Um dia de muita interação, networking, prospecção de novos negócios, lanchinhos e, claro, o mais importante: palestras de extrema importância e com um conteúdo muito rico sobre marketing digital e vendas. Uma melhor que a outra.

A primeira palestra  do RD On The Road Curitiba 2017 já começou a mil por hora, com Thiago Gabri, formado em Comunicação Social e que começou no RD em 2013, como vendedor. Hoje, 4 anos depois, ele é Diretor Comercial da Resultados Digitais. Thiago explicou os beabás do Inbound Marketing e deu algumas dicas um pouco mais avançadas. Ele começou dando exemplos da própria Resultados Digitais e mostra que o Inbound é, sobretudo, um investimento no tempo.

UM INVESTIMENTO A LONGO PRAZO

Quando falamos de Inbound Marketing, Marketing Digital ou Marketing de Resultados, falamos de investimento no tempo.

É preciso entender que, na verdade, este é um processo a longo prazo. Essa ideia é reforçada pelo Google Trends, em que o gráfico de buscas por “Inbound Marketing” mostra que em 2013 as pesquisas eram escassas, não havia interesse pois quase ninguém sabia o que era.

A partir de 2014, as buscas se tornaram cada vez maiores, mostrando que é um modelo de negócio promissor, relevante e que está tomando a proporção que merece.

É claro que o número de empresas que usam essa solução de automação de marketing e produção de conteúdo também aumentou com o tempo. Thiago nos apresentou outro dado interessante:

  • Os Estados Unidos têm o maior número de empresas que utilizam soluções de automação de marketing. O Brasil está em terceiro lugar, ficando atrás apenas do Reino Unido.
  • São quase 7 mil empresas registradas que utilizam tais métodos. Se contarmos as não registradas, o número deve aumentar significativamente!

TRANSFORMANDO A COMUNICAÇÃO

A ideia da RD é mudar o entendimento que o país tem sobre publicidade. Com mais de 1000 agências parceiras – incluindo a Agência WX – estamos mudando o formato da comunicação no país. E essa mudança, é claro, gera dúvida nas empresas que nos contratam, pois trata-se de um modelo novo, como já foi citado. Com o nosso trabalho, da RD e das outras agências parceiras, Thiago acredita ser uma questão de tempo até que se solidifique uma estrutura que integra marketing e vendas e torne as empresas em máquinas de crescimento. Crescimento esse que, com a ajuda do Inbound Marketing, é previsível e escalável. Você sabe que vai crescer durante o ano!

Também precisamos ter paciência, tanto a agência como o cliente. Inbound Marketing leva tempo. A geração de leads é o primeiro passo, e depois conseguimos trabalhar com eles, qualificando-os e transformando em oportunidades reais e vendas sólidas.

A mídia paga e o anúncio sobre marketing de conteúdo é essencial, pois segundo o palestrante, ela impulsiona o tráfego orgânico e alavanca a busca grátis. Quanto mais pessoas souberem que esse tipo de negócio existe, através de um Facebook Ad, por exemplo, também vão buscar e achar respostas orgânicas na web.

O FOGUETE

Blogs, e-books, webinars, cursos, colunas, eventos. O conceito que a RD utiliza é de um foguete: todo esse conteúdo funciona como combustível para um grande impulso, para gerar resultados no marketing de conteúdo e subir cada vez mais.

Vale frisar, também, que o importante de verdade é a qualidade do conteúdo criado. Algumas empresas, empreendedores e pessoas em geral que pensam em começar a usar o Inbound Marketing têm medo por não conseguirem executar um layout bacana em seu material, mas isso no começo não importa, segundo Thiago. A grande sacada é colocar o conteúdo no ar, conteúdo este que você tem expertise, sabe do que está falando e pode ajudar outras pessoas a entender. “Ah, mas eu não gosto de escrever!” Então fazer um webinar é uma ótima solução também! O importante é começar a fazer algo.

“CRESCER 30X EM 3 ANOS”

Aumentar o faturamento em 10% ao mês leva a esse crescimento. A ideia assusta a princípio, mas funciona se os métodos aplicados forem os corretos. A mentalidade de crescimento agressivo é algo raro no Brasil, mas no Vale do Silício já é uma prática comum, chamada de scale-ups. Se você não for agressivo, o seu concorrente vai te ultrapassar!

O Brasil tem, hoje, um mercado de mais ou menos 16 milhões de empresas. Dessas, somente 32 mil são consideradas scale-ups.

A MÁQUINA DE CRESCIMENTO MODERNA

Como criar mais scale-ups? Trabalhando com Inbound Marketing, inside sales e customer success. Ter uma metodologia, compartilhar o que faz e ouvir feedbacks. Entender como o funil funciona, fazer análise de métricas e acompanhar o resultado mês após mês.

Para essa máquina funcionar, é preciso ter talentos, parcerias, gestão, produto, capital e outros detalhes.

COMO GERENCIAR A MÁQUINA?

  1. É preciso ter premissas e projeções: utilizar uma planilha com modelo claro do negócio, por exemplo. Você pode inserir nas colunas detalhes como: leads gerados por mês, custo por lead, vendas, custo por venda, churn rate, etc.
  2. Planejamento e priorização: é preciso entender como o funil de vendas funciona, com análises, metas e projetos.
  3. Execução e acompanhamento: é preciso acompanhar os seus resultados. Faça a medição de metas e relatórios. A dica do Thiago é fazer relatórios diários, semanais, mensais e trimestrais, para acompanhar tudo de perto e, se caso acontecer alguma coisa de errado, dê tempo de corrigir isto antes de virar o mês.

ONDE VOCÊ QUER CHEGAR NO FIM DO ANO?

A pergunta é sempre válida, ainda mais se sua empresa possui a mentalidade de scale-up. Sempre mensurar resultados e reports, criar conteúdo de qualidade e saber o que fazer com os leads. Mais importante que o próprio relatório é a reflexão que ele gera. Pense nisso!

E essa foi só a primeira palestra. Muita informação de qualidade, vinda de uma das cabeças mais influentes do marketing digital. Agora, é só analisar a situação da sua empresa e colocar em prática!