Dicas para escolher o nome da sua empresa, produto ou serviço.

Se tem uma coisa que pode ser tão desafiadora quanto começar uma empresa, lançar um produto ou serviço campeão, isso, com certeza, é decidir seu nome. Esse processo envolve questões mais técnicas, como quão fácil será para que seu cliente lembre do nome da sua empresa, até questões mais emocionais, como o quanto você se enxerga e como se relaciona com aquele nome.

O nome de uma empresa, produto ou serviço pode definir seu sucesso ou fracasso, e em tempos tão conectados parecem que todas as boas ideias (e até as ruins..hehe) já foram usadas. Por isso, o processo de criação e avaliação de nomes para marcas, chamado de “naming” não é apenas uma tarefa criativa, mas uma abordagem estratégica visando encontrar as melhores opções levando em conta público alvo e o mercado.

Para que você não escolha um nome aleatório e sem maior significado, preparamos algumas dicas:

O que você vai vender

Sua empresa, produto ou serviço consiste em resolver qual problema do seu cliente? O que ele faz impacta de qual maneira quem o utiliza? Ao responder estas questões, você começa a enxergar palavras chave que estão dentro da sua atuação. Comece anotando tudo isso.

Posicionamento e público alvo

Faça uma lista de adjetivos que são relacionados a atuação da sua marca. Quais valores e ideias ela oferece? Sua missão, visão e valores? Como quer ser vista e reconhecida no mercado? Isso tem tudo a ver com seu público alvo.

Simplicidade e interpretação

Um bom nome é fácil de lembrar, escrever e pronunciar. Se você analisar, a maior parte das grandes marca tem nomes simples e com poucas sílabas: Lego, Nike, Puma, Apple, Sony, Globo, Dell, Coca-Cola.
Lógico que existem exceções, mas veja que mesmo nomes mais difíceis como “McDonalds” por exemplo, fazem sentido em sua atuação (a rede de restaurantes surgiu nos EUA onde o sobre nome McDonalds é fácil, simples e direto, além de soar muito acolhedor). E já que falamos de marcas estrangeiras, é fundamental pelo menos uma pesquisa básica pra saber se o significado do nome não poderá ser mal interpretado em outros idiomas, como por exemplo: Chana, Besta, etc.
Dica extra: verifique se o domínio a ser utilizado para o site não fica estranho. Exemplo: www.lojasexotica.com.br Lojas Exótica fica com a palavra “sexo” de forma não intencional.

Registro da marca

Além de pesquisar se os domínios “.com” e “.com.br” estão disponíveis, o mais importante é visitar o site do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) e pesquisar se alguém já registrou ou tem um processo de registro ativo no mesmo segmento que o seu.

Junte as mentes criativas à sua volta e faça uma lista de ideias, siga nossas dicas e escolha um nome campeão para seu negócio. Depois disso é hora de criar a identidade visual, que inclui logotipo, manual de aplicação da marca, cartão de visita e outros materiais. Mas isso é assunto pra um novo post em breve.

A Agência WX já ajudou a centenas de empresas na escolha de nomes e na criação de identidade visual de suas marcas. Se você quer começar seu negócio da maneira certa, venha tomar um café com a gente ou mande um e-mail



VAMOS TRABALHAR JUNTOS?

Entre em contato e receba uma proposta de marketing digital ou criação de sites da Agência WX!