Habilidades que empresários vão precisar desenvolver nos próximos 5 anos para não se tornarem obsoletos

Volta e meia a gente ouve por aí o termo “futuro do trabalho”, mas eu acredito que não é somente enxergar o que virá, mas sim como iremos chegar lá e o porquê. Com os avanços trazidos pela tecnologia e a globalização (outro termo que se ouvia muito antigamente), a realidade de muitos trabalhadores vem mudando em ritmo acelerado. Seja através de inteligência artificial, machine learning, robôs ou também modelos de negócios disruptivos, não tem como escapar desta revolução.

Veja a questão do Uber, que coloca em cheque um setor antes intocável, o dos taxistas. Ou então Airbnb, que oferece hospedagem mas não é dono realmente nenhum dos quartos, casas ou apartamentos que aluga. Muita gente já trabalha de casa ou tem mais de uma profissão porque aprendeu de forma autodidata, através da internet.

Empresários, muitas vezes, tem dificuldades para se adaptar, principalmente porque de um lado são cobrados por uma legislação que parou no tempo, que não condiz com as necessidades tanto dos colaboradores quanto empregadores de hoje e de outro devem inovar e progredir para não tornar seus negócios obsoletos.

É pensando nisso que vou listar algumas habilidades essenciais para que possamos fazer nosso melhor e nos adaptar cada vez mais rápido às mudanças, e talvez, melhor ainda, sermos os vetores que trazem estas mudanças.

Hierarquia quadrada é coisa do passado

Em muitos segmentos e empresas, a melhor tática tem sido o micro-gerenciamento, delegando ao seu time as responsabilidades e um peso maior de liderança. Isso faz com que a equipe se sinta mais motivada e enxergue um propósito no trabalho executado. As melhores pessoas que já trabalhei ou contratei precisam de liberdade para mostrar todo seu potencial.

Não tenha medo da tecnologia

A tecnologia é sua aliada, ela deve servir como uma ferramenta para realizar melhor o que você faz hoje. Não tenha medo de adotar novas práticas, assim como não tenha medo de mudar de direção se ver que está saindo fora do rumo. Escuto muitas reclamações de outros empresários e de clientes sobre o Facebook e o WhatsApp, dizendo que só servem para atrapalhar a produtividade e para ver besteiras. Mas precisamos entender que o valor ali está no fato de que as pessoas vão usar aquilo, você gostando ou não, e o que tem valor para seu negócio é o tempo e as informações que as pessoas estão colocando à nossa disposição.

Culture Code

Com tanta coisa nova acontecendo, com mais liberdade e menos centralização, é normal surgirem também novas dificuldades e problemas. Para prevenir a maior parte deles, crie uma cultura dentro da empresa que abrace a diversidade, as opiniões divergentes e utilize isso a favor da própria equipe. Este tem sido um dos segredos das empresas mais dinâmicas, e consideradas pelos colaboradores os melhores lugares para se trabalhar.

Como medir resultados

Resultados não devem ser medidos pelo números de horas trabalhadas, mas sim pelo resultado que as atividades executadas trouxeram. Por isso invista na comunicação e no relacionamento entre todos do seu time, crie um ambiente em que seus profissionais se sintam encorajados a opinar, participar e queiram fazer a diferença.

Saiba contratar campeões

No segmento que atuo, o marketing, todo resultado vem da cabeça de cada pessoa da equipe. Ao contratar, não posso aplicar velhos métodos de entrevista e avaliação, pois muitas vezes um grande talento pode passar batido. O que deve ser mais valorizado é o pensamento crítico e a capacidade de resolver problemas, itens difíceis de se medir em um currículo ou entrevista com aquelas perguntas básicas e quadradas que vemos por aí.

Transparência

Para que haja êxito na criação e manutenção de uma cultura dentro da sua empresa, é necessário muito mais transparência e comunicação. Este aspecto pode se provar um desafio para muitos gestores, mas é necessário haver confiança suficiente nos membros do seu time para que informações que seriam outrora consideradas sigilosas, sejam compartilhadas para que todos possam colaborar ainda mais para atingir os objetivos almejados.

Inteligência emocional

Compreender suas próprias fraquezas e forças demonstra um nível alto de inteligência emocional. Pessoas com esta capacidade trabalham melhor em equipe pois não tem medo de expor suas dificuldades e pedir ajuda. Elas costumam conseguir enxergar pelo ponto de vista de outras pessoas, gerando menos conflitos e chegando mais rapidamente nas soluções.

Espero ter ajudado você com estas dicas e que você consiga fortalecer estas habilidades cada vez mais. Cada dia que passo eu dou mais um passo nesta direção e tem sido muito recompensador.

Fillipe

Post feito por
Fillipe Neyl

CEO da Agência WX